quarta-feira, 17 de abril de 2013

O lado bom da vida...

"Mas é exatamente quando a gente está cansado
O coração distrai, então a sorte vem…"

As palavras tem poder, mas os desejos talvez tenham bem mais.
Desejos esses, que não verbalizamos, que não gritamos aos quatro ventos. 

Já pensou em sorvete e o carinha que vende, naqueles carrinhos, passou bem na hora?
Já pensou que poderia chover, para que você faltasse á escola e cai o maior pé d´água? 

Em resumo, é assim que eu me sinto. 2013 começou um tanto quanto conturbado, com grandes e sutis mudanças. Grandes porque saí do meu apartamento, me separei do Sunny e deixei um monte de outras coisas para trás. Sutis, porque de uma forma ou de outra, tudo aconteceu conforme o planejado. 

Eu costumo pensar sempre no lado bom da vida. Ver o lado positivo das coisas... Afinal, as palavras tem poder, mas os desejos tem muito mais.  
Eu pensei em uma pessoa e ela existiu. Ok, é confuso, claro que ele já existia,  mas quando eu pensei com todo o meu coração, ele existiu para mim. Eu o enxerguei... O meu coração o encontrou. 

Ok, ok! Pode ser mais um devaneio bobo, mas de novo e com todas as redundâncias possíveis, eu prefiro acreditar, no lado bom da vida.

Pra você, Jhulio. 

Com amor, Ana.

quarta-feira, 10 de abril de 2013

É tempo de...

Já começou tudo de novo?
Já começou de onde parou?
Já foi e voltou?
Sim?
Quantas vezes?
Muitas?
E porque?
Saudade?
Necessidade?!
Amor?
Sonha com alguma coisa?
Desejos?


Você vai ir e vir, começar, recomeçar, TREcomeçar, TETRA começar... Tudo fará sentindo um dia.

Esses louros serão colhidos, acalma-te, coração.... Acalma-te!




And I promise that it's not your fault
It was never your fault
And I promise that it's not your fault
It was never your fault..


segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Quando pequena, queria ser advogada, tinha isso martelando na minha mente por algum motivo que eu não sei explicar. Li muita coisa a respeito, fiz um concurso para a policia civil, em que precisei estudar um pouco de cada parte do direito, muito, para alguém como eu, que não sabia nada de nada.

Sempre gostei muito de ler. Fosse cult, ficção, auto ajuda, poesia, biografias...Tudo eu lia.
Com a internet, isso ficou mais intenso. Acontece que, vivemos num mundo capitalista, e isso implica: - Trabalhar feito um camelo para colher os louros lá na frente - Considerando isso, a faculdade de Direito não passou de uma vontade pequena, que dormiu. Mas uma, que eu nem imaginava que gostava tanto, apesar de que vai parecer, lendo este blog, não dormiu. A minha vontade de escrever. Isso, escrever!


é, tô no caminho...


segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Não foi um erro, lógico que não! Quando se pensa em amor, nunca é errado!

domingo, 20 de janeiro de 2013

Time Out!

Tanta coisa pra fazer, preciso parar!

Pensando tudo ao mesmo tempo e agora, querendo tudo e mais um pouco.

Tenho que fazer coisas de dona de casa. -  Trocar uma lâmpada da cozinha, há 3 semanas estou comendo feito o Bataman, no escuro, na minha batcozinha.
Comprar uma mangueira e consertar a minha máquina de lavar.

Quero trocar a minha cama de casal por uma de solteiro, preciso de mais espaço no quarto.
Quero um espelho grande, com o espaço que eu vou ter, ele caberá.

A internet era um item da lista, que dei check hoje. :-- Vou escrever com mais frequência, espero!

A maior ambientação de todas nesse período e que eu só me dei conta hoje, é que estou e preciso fazer tudo isso, SOZINHA! SUMEMO!


Tá tranquilo, por enquanto. rs



Lembrem-se: Aconteça o que acontecer, faça o que fizer, saiba de uma coisa: As pessoas enxergam aquilo que querem enxergar. 

Seja bom o quanto for, se nego quiser pensar que você é um zero a esquerda, ele vai pensar. E que se lasque!
Relacionamento é uma reforma que nunca se conclui. É preciso aprender a fazer festa a cada cômodo erguido, tomando cerveja no cimento e comendo um churrasco feito nos tijolos da construção.

Adaptado daqui 

Bom domingo!

sábado, 19 de janeiro de 2013


de repente, o feeling não é mais o mesmo...

sei lá, só um pensamento vago...

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Again!


É engraçado como o tempo se coloca, se impõe nas nossas vidas. Mais engraçado ainda, é que esse lance de "aprender com o tempo" faz todo o sentido agora.

Faz sentido porque tudo está no lugar que deveria, você está aqui. Do seu modo percentual, moderado, homeopático eu diria. De bem pouquinho numa hora e bem de muito, em outras.

Tudo se encaixou e eu entendi o porque precisei de tanto tempo, do bendito tempo tchu, pra perceber que nada deveria ter deixado de ser...

Ninguém vai entender, e eu nem ligo, porque você vai e é isso que importa.

Importa pra mim, descobrir que você está se realizando, que está batalhando pra ser e ter tudo aquilo que sempre quis. Está feliz.

E eu, estou bem mais, porque com todas as redundâncias possíveis, o tempo curou tudo e você está, outra vez, aqui...


Um beijo.






terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Cada coisa em seu lugar.

As coisas estão caminhando bem. Muito bem, aliás.
É difícil especificar o que mais mudou em mim, se foi o modo como eu trato as pessoas ou elas me tratam, se foi o modo como eu estou me tratando, enfim...

Em todo caso, tudo está onde deveria estar.


sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

O mundo dá voltas...

Ouço todos os tipos de conselhos possíveis e imagináveis. Mesmo.

Os clássicos: "Foi melhor assim" "Deus tem algo muito melhor reservado para você" "Você era muita areia para o caminhãozinho dele"

Mas um, me chamou a atenção, demorei mas concordei plenamente.

"Ana, não o culpe, não culpe a família dele, não culpe ninguém. A culpa é sua, admita, reflita e mude"

Assim, de maneira cética, sem qualquer pensamento crítico, é difícil  assimilar sem se sentir ofendida. Mas depois, lá em casa com meus cachorros, minha tv ligada e comendo meu chocolate, percebi que ela está certa. Certa não! Certíssima.
A culpa é minha, da maneira como encaro as situações, como me entrego as minhas relações afetivas e como sou arrogante. Sim, admito, sou arrogante. Sempre acho que tenho razão, que minhas teorias só, e mais nenhuma tem fundamento.
Sou chata, metódica e tempero a minha comida de modo esquisito.
Não é fácil pra nenhum cara, ele até que foi longe.

Uma vez disse, olhando nos olhos de uma pessoa: - Não quero mais, enjoei de você
Não medi as consequências daquela minha atitude, ele sofreu, passou e hoje somos amigos.

Na mesma proporção, ele não mediu o que fez comigo, sofri, está passando e quem sabe ainda seremos amigos.

Fato é: Sim, o mundo da voltas, sim, eu sobrevivi e sim, eu aprendi.