sexta-feira, 29 de outubro de 2010

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Simpatia.

Ser simpático nunca é demais. Você nunca terá uma cara feia como resposta.
Há quem ache que ser simpático o tempo todo é falsidade, mas eu gosto.

Recebi um elogio hoje de uma pessoa, que falou pra outra pessoa que eu sou a simpatia em pessoa.
HAHA!

Minha mãe não acha. rs.


Hoje almocei no Mc e comprei o Dino, cachorrinho dos Flintstones,  pro Nino.
Acho que foi o melhor presente que eu poderia pensar em dar pra ele.
Nunca vi tanta felicidade...

Acertei.


Maria Gadú aqui em Maringá dia 06/12 - Ansiosa.
Beijo, amo vocês.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Acreditar, sempre!

Em algumas etapas da vida, temos que ser tão fortes, mas, tão fortes que, nem mesmo nós nos reconhecemos.

E agora é a sua vez Arandinha.

Não tema, Deus está com você.

Não existe sorte, nem azar, nem destino. É simplesmente Deus.

Acredito piamente que você vai tirar isso de letra.

Não posso estar perto para manifestar o meu pesar, nem te dar o meu abraço.
Mas aqui, mesmo de longe, posso te mandar boas energias e orar para que você se recupere logo.

Um beijo, força.
Estamos todos com você e pode ter certeza que ninguém vai te abandonar.

Faça tudo o que o médico mandar e vai ficar tudo bem.

Pai, aposenta essa biz já!!!

domingo, 10 de outubro de 2010

Meus dois amores.

No último domingo, dia 3, minha mãe fez aniversário. E hoje, domingo, dia 10, meu pai é quem faz.

Não escrevi no dia do aniversário da minha mãe, porque queria que fosse um post duplo, já que fui feita pelos dois, sou dos dois e os dois são meus. Quero que saibam que, pra mim, um completa o outro no meu coração.

A separação, foi de longe a pior coisa da minha vida. Uma perda e divisão que eu nunca esperei.
Se estou aqui em Maringá, fico longe do meu paizinho amado. Se estou lá em Rondônia, fico longe da minha mãezinha linda. E aí? como faz?


São 6 anos aprendendo, dia após dia, a conviver com a saudade.

Não consigo mensurar o amor que sinto pelos dois.
E o quanto me dói, ainda, depois de tanto tempo, lembrar que éramos uma linda família.

Mas Deus me ama tanto, que não me deixou na mão.
Primeiro por ter preparado a minha mãe como uma verdadeira leoa para cuidar de nós.
Depois por ter me dado essa outra parte da família que eu mau conhecia e que é abençoada.
Supre a maior parte das minhas saudades com doses megaaa de felicidade.

Hoje era um dia que eu acordaria meu pai aos berros, gritando feliz aniversário, com algum presente comprado com o dinheiro dele mesmo, mas que eu considerava MEU PRESENTE.
Ele fingia que gostava para não nos magoar. Mas no fundo ele amava. Eu sei.

Eu não sei como vai ser o seu aniversário pai, nem com que pessoas passará. E se elas se lembrarão.
Mas aqui, o aniversário da mãe foi super engraçado. Preparamos uma surpresa, com bolo, refri, salgadinhos, docinhos e todo mundo veio cantar parabéns .

Só Deus sabe o quanto é difícil pra mim falar sobre isso, sobre a falta que você me faz e o medo que me assola. Medo de não estar por perto quando algo acontecer.

Mas eu quero que sinta-se abraçado, apertado, beijado por mim, por nós.
Quero que imagine como seria a entrega do seu presente e que não fique triste, porque Deus está cuidando de nós. De mim e de você Pai, da Mãe e da Cáu. Ele nos honrará e eu não tenho dúvida disso.

Eu te amo tanto pai, eu pareço tanto com você e com a mãe ao mesmo tempo.
Tenho tanto de vocês dois, que só consigo pensar no tamanho do amor que vocês tinham um pelo outro quando me conceberam. Talvez um pouco de mim, seja teimosia para não esquecer de onde eu vim.

Lembro de você todos os dias da minha vida e faço questão que todos saibam que eu te amo além de qualquer coisa. Preciso escrever mais pra você, porque você está longe dos meus olhos e do meu abraço.

A mãe está aqui todos dias e tenha plena consciência que tudo o que sou como pessoa eu devo muito a ela.

É lindo ver o quanto ela se sacrifica por nós. Cada gesto. Perdi as contas de quantas vezes deixou de fazer as vontades dela, para fazer as minhas.

Quantas vezes liguei pra ela pedindo que trouxesse um chocolate e ela andou quadras para comprar.
Muitas dessas, eu nem mesmo agradeci.
Mas hoje mãe, eu queria que você também se sentisse feliz, porque eu te amo como quem precisa do ar pra viver e do sol pra ser feliz. Tudo o que eu mais queria é que você se orgulhasse de mim.

Qualquer ato impensado é fruto desse desejo.
Dinheiro nenhum do mundo, paga o que você fez, faz e sei que ainda fará por nós.

Hoje o João me disse que se eu pudesse pedir qualquer coisa, mas qualquer coisa mesmo, qual seria?
Nem pisquei pra dizer: Queria meus pais juntos de novo.

O jeito de amar que, antes era junto, agora precisa ser fracionado.
Metade lá, metade cá.
Confesso que as vezes me atrapalho. Quero tanto que saibam o quanto são importantes pra mim, que me torno repetitiva. Mas sei que vão entender.

Eu amo vocês, feliz aniversário para os dois.
Sempre achei lindo esse jeito de fazer aniversário, 1 semana depois do outro.

Pai, a saudade é sofrida, só eu sei.
Te amo.

Eu e Pai, Rondônia 2009.
Ana Vitória e Mãe, amigo secreto, natal 2009

Eu e Mãe, logo depois da minha volta á Maringá, felizes.

Pai e Mãe - minhonovecentos e bolinha.
Mãe, você é demais. Te amo.

sábado, 2 de outubro de 2010

Eu ainda duvido.

Sabe quando a barra de alguém está suja com você, a pessoa sabe, finge que não e fica um clima estranho, sem as conversas bacanas de antes? 
Pois é, tá rolando isso comigo e uma outra pessoa.

Ela, certamente (tenho motivos fortes para pensar isso), está querendo colocar a minha inteligência em dúvida.

Bandidos, desde sempre no comando.
Vive me fazendo perguntas de duplo sentido e quando eu respondo certo para ambos, ela começa com discursos infundados de politicagem barata e sem sentido. 

Queria deixar bem claro aqui, que, a politica pra mim morreu há tempos, eu nem era nascida quando não se faziam mais políticos bons. 
Eu não gosto de politica, eu não gosto do rumo que as minhas relações pessoais tomam, quando pessoas que eu tanto gosto se envolvem com politica. 
Eu detesto a pseudodemocracia que existe no Brasil, já que é OBRIGATÓRIO o voto.
Repugno a forma de campanha, sujando a cidade e impondo às pessoas, conviver com placas, panfletos e adesivos, fazendo com o que era bonito de se ver, torne-se cansativo e repetitivo. 
Não voto, não quero votar e dificilmente algo me faça mudar de ideia nos próximos anos.
"ahh mas você vai jogar fora o futuro do Brasil."

E DAI?

Eles iam inventar outra forma de monopolizar o poder, mesmo que não houvesse eleição.
É assim em outros países, aqui não seria diferente.

Não vai mudar nada, vão ser só escândalos com nomes diferentes, CPI´s diferentes, ministros diferentes e bla bla bla. 

Queria muito voltar aqui e elogiar o aumento (mesmo que ínfimo) do salário mínimo.
As soluções praticas pra poluição, desmatamento, habitação, saúde, saneamento.
Queria mesmo. Mas, eu sei que em 4 anos, infelizmente não dá pra construir nem um hospital decente, quem dirá resolver problemas que há muitos anos, estão estabelecidos/fixados/cravados na vida de nós Brasileiros.

Em São Paulo, as enchentes copiosamente vão continuar matando.
No Nordeste a seca também.

É um circulo vicioso. 
Sem saneamento, as pessoas ficam a mercê da sujeira, dos bichos que ela atrai, e consequentemente das doenças. Doentes, elas superlotam os hospitais que não tem profissionais, leitos, remédios, etc..

Sem educação de qualidade, os jovens buscam outras alternativas. Drogas e o crime são algumas.
Viram dependentes químicos num Brasil que não tem uma politica antidrogas eficiente, muito menos uma politica de reabilitação dessas pessoas. 
Se forem presos, esses jovens, com seus 18, 19 anos, ficam anos na prisão, num sistema carcerário falho, corrupto e superlotado. Aprendendo novas técnicas pra roubar, matar, torturar, sequestrar... E fazem isso até de dentro da prisão. 
Um preso no Brasil hoje, custa R$ 1,581 enquanto um aluno, R$ 173,00
Quando soltos, de novo, sem politica de ressocialização, cometem novos crimes e voltam pras cadeias. 

É preciso ter pulso firme, recomeçar, reconstruir...

É tempo de um novo começo, pra que um novo fim seja escrito. 

E duvido muito, pelo que vejo nas pesquisas e campanhas, que algum desses candidatos mude esse o fim dessa história.

É isso, beijo, amo vocês.

Saudade de você gordo. I miss you.